Secretaria de Finanças de Goiânia prepara concurso, mapeia processos e adota novas tecnologias

Concurso público para auditores da Prefeitura de Goiânia está previsto para o segundo semestre e terá 43 vagas em aberto: reforma tecnológica e de pessoal na Secretaria de Finanças vai agilizar atendimento ao contribuinte - Foto: Sefin

Edital de processo seletivo para contratação de 43 auditores tributários deve ser publicado no segundo semestre deste ano. Comissão vai trabalhar em propostas inovadoras para melhorar fluxo de processos e prestação de serviços. Secretário Vinícius Henrique Pires diz que reforma na estrutura física ajudará a aprimorar trabalho prestado pela pasta

A Secretaria de Finanças de Goiânia atualizou o cronograma de ações para o restante do ano e elegeu, como uma das prioridades, a realização de concurso público para contratação de 43 auditores tributários. A prefeitura trabalha para que o edital seja lançado no segundo semestre deste ano. Além do processo seletivo, estão no horizonte da Sefin a adoção de novas tecnologias e de ferramentas para melhorar o mapeamento de processos.

Os processos em tramitação da Sefin são requerimentos de natureza diversa, pedidos de transmissão de imóveis, de restituição, de aproveitamento de crédito, de licença-prêmio por assiduidade, de imunidade tributária, irregularidades, consultas, decretos, créditos suplementares, contratos diversos, leis, documentos sobre áreas públicas, acertos de contas, dados sobre emendas parlamentares e empenhos.

Inovação tecnológica
Uma das primeiras medidas a serem tomadas, a partir de agora, deve ser a criação de uma Comissão Técnica para pautar o trabalho de inovação no departamento de Tecnologia da Informação. A secretaria vai utilizar ferramentas bem avaliadas no mercado, como o software Bizagi, usado para delinear atividades.

De acordo com o secretário Vinícius Henrique Pires, a Sefin também vai reorganizar resultados de curto, médio e longo prazo. “Vamos estabelecer um cronograma de ações para ser seguido, planejando cada etapa, conforme os prazos a serem atendidos pela população, e respeitando as estruturas físicas de pessoal e, sobretudo, as tecnológicas”, afirma.

Vinícius diz que a secretaria estuda o passo a passo da tramitação de todos os processos que tenham relação com a Sefin, seja diretamente relacionados às atribuições e competências da secretaria, seja indiretos, iniciados nas demais pastas. O propósito é encurtar prazos e dar mais celeridade ao trabalho.

A Secretaria de Finanças planeja também reforma na sua estrutura física. “É preciso estarmos em conformidade com os melhores cases, que temos de inspiração no mercado público, além de preparar a secretária para o processo evolutivo que exige a área de finanças”, conclui Vinícius Henrique.

Anúncio