Após reunião Edmundo espera que governo mantenha linha de diálogo aberta

Um dos coordenadores do Fórum Sindical dos Servidores Públicos de Mato Grosso, Edmundo Leite considerou como positiva a reunião realizada na manhã de quarta-feira (23), mas espera que governo mantenha o canal de diálogo aberto com os servidores do estado.

“Acredito que seja um recomeço de uma conversa do Executivo com o Fórum Sindical. Graças a mediação feita pela Assembleia Legislativa, nós estamos tendo mais oportunidade de mostrar nossa realidade e reivindicar o que é justo aos servidores”, disse Edmundo.

O coordenador agradeceu o apoio que a Assembleia Legislativa vem dispensado aos servidores.

Contudo, sinalizou que a discussão sobre a Revisão Geral Anual (RGA) ainda deve demandar muitas novas reuniões.

“O secretário Basílio mostrou muito sobre o que o Estado vem fazendo, que não é mais que a obrigação. Agora o RGA ainda é um imbróglio. O que a gente mais quer é que o Governo cumpra a Lei e pague os 22%, o que nos é de direito”, pontuou.

O coordenador finalizou, rechaçando a atuação protagonizada pelo Tribunal de Contas do Estado.

“Entristece muito a gente ver um Tribunal de Contas interferindo na discricionariedade do Governo. O Tribunal está ali pra julgar as contas e olhe lá. Agora dizer que não pode fazer. É que nem um sujeito chegar dentro da minha casa e disser que não posso comer ovo frito”, reclamou

Anúncio