TERAPIA GUIADA, UMA NOVA REALIDADE PARA A SOCIEDADE

Segundo estudo realizado pelo Instituto de Psicologia da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), no Brasil os casos de depressão praticamente dobraram desde que a Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou o novo coronavírus como pandemia.

*Por Diogo Lara

Entre março e abril, o percentual de pessoas com depressão saltou de 4,2% para 8,0%, enquanto para os quadros de ansiedade o índice foi de 8,7% para 14,9%.

Diante desse cenário, a terapia guiada pode ser uma alternativa com melhor custo benefício para prevenir que novos casos surjam. Alguns aplicativos disponíveis no mercado podem auxiliar no processo de autocuidado emocional e autoconhecimento, realizando uma autoavaliação com as principais características de comportamento existentes pelos usuários. A partir daí, é possível montar um programa com sessões que ajudam a superar os mais variados quadros emocionais como o estresse, melhorar a autoestima, insegurança, ânimo e foco.

Além disso, esses apps ainda permitem fazer testes periódicos para acompanhar seu estado emocional e ver sua evolução, bem como sessões guiadas de meditação, um diário emocional para anotar seus bons e maus momentos e refletir sobre o que aprendeu durante o dia.

A terapia guiada pode ser conduzida por meio de áudio, vídeo e texto para tranquilizar o usuário, melhorar a sua autoestima e aumentar sua produtividade podendo ser acessada a qualquer momento e local. Nesse momento que temos vivido, cuidar da saúde mental se torna imprescindível e a terapia guiada já se consolida como uma ferramenta essencial em uma sociedade que adoece cada dia mais.

Os dados de pesquisa no Brasil demonstram que mais de 80% das pessoas com problemas emocionais e transtornos mentais nunca recebem ajuda especializada, muitas vezes por enfrentarem questões de privacidade, custo, acesso a profissionais ou preconceito. Quero deixar claro aqui que esse modelo de terapia não anula a importância do papel de profissionais especializados no tratamento psicológico e mental. Porém, ela pode ser a porta de entrada e acesso a especialistas, mostrando de fato que não há o que temer em cuidar da sua mente, quebrando assim uma barreira utópica existente em nossa sociedade. Além disso, muitas pessoas têm se beneficiado de combinar a terapia guiada por aplicativo com a terapia com profissionais.

Portanto, procure cuidar da sua mente para não fazer parte dessas estatísticas mencionadas. Permita que a terapia guiada te leve em uma imersão onde, ao final do dia, você mesmo poderá ser seu próprio terapeuta e ter mais leveza em seu corpo físico e mental.

*Diogo Lara é médico psiquiatra, PhD em neurociências, psicoterapeuta, ex-Professor titular e pesquisador da PUCRS, e CEO e fundador do Cíngulo, aplicativo de terapia guiada que ajuda no autocuidado emocional das pessoas

Anúncio

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here