Prefeitura atua no combate a erosões em Goiânia

Foto Prefeitura de Goiânia

Nestes primeiros quatro meses do ano, 15 pontos já foram recuperados e três estão em execução

A Prefeitura de Goiânia, por meio da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos – Seinfra, está trabalhando na contenção de uma erosão no bueiro do Córrego Caveirinha, localizado na Rua VF- 88, no Setor Finsocial. Em 2017 o solo começou a sofrer o desgaste natural e há dois anos, a secretaria construiu gabiões na cabeceira da ponte, mas as chuvas intensas que caíram em Goiânia a partir do final de janeiro aceleraram o processo erosivo.

No serviço em execução está sendo feito um enrocamento com utilização de 100 toneladas de pedras macadame e marroada para conter a erosão e proteger a área degradada. Os serviços incluem ainda a limpeza do canal e do bueiro.

Erosão é um processo natural de desgaste do solo em decorrência de vários fatores, como água, vento e pela ação do homem. Os casos ocorridos em Goiânia, que contaram com a ação de contenção da Prefeitura, foram todos provocados pelo grande volume de chuvas que a cidade sofreu desde o final do ano passado.

Segundo o titular da Seinfra, Dolzonan da Cunha Mattos, a secretaria tem promovido ações rápidas de contenção e recuperação das áreas degradadas. “Temos uma diretoria específica para recuperação dos processos erosivos, sejam eles fluviais, de margens de cursos de água; erosões decorrentes de sistemas de lançamentos de galeria de águas pluviais deficientes ou inadequados; erosões decorrentes de rupturas de estruturas existentes como, por exemplo, poços de visita ou tubulações rompidas ou ainda lançamentos caídos; ou erosões decorrentes dos impactos de eventos de chuva durante o período chuvoso, como, por exemplo, pavimentos danificados pelas chuvas”, explica.

Combate a erosões

Nestes primeiros quatro meses do ano, a Seinfra recuperou 16 pontos de erosão, localizados em diferentes bairros da cidade. Outros dois pontos, na Avenida Padre Monte, Bairro Goiá, e Avenida C, no Recreio Panorama, a recuperação está sendo executada juntamente com a construção de duas novas pontes, por empresas contratadas.

  1. Córrego Botafogo – Avenida João Alves de Almeida/Setor Criméia Oeste – contenção de erosão e enrocamento
  2. Fundo de Vale – Rua 13 de Dezembro/Setor Jardim Conquista – contenção de erosão
  3. Canal da Marginal Botafogo – contenção de erosão no canal
  4. Córrego Capim Puba – Ponte Marginal Botafogo – contenção de erosão e enrocamento.
  5. Rua 13/Bairro Água Branca – contenção de erosão
  6. Córrego Caveirinha – Av. Central/Jd. Nova Esperança – contenção de erosão
  7. Córrego Barreiro – Av. Ayrton Senna/Portal do Sol I e II – contenção de erosão e enrocamento
  8. Córrego Bananal – Rua Maria Carolina De Jesus/Eli Forte – contenção de erosão e confecção de bueiro tubular de concreto
  9. Ribeirão Anicuns – Av. Vinicius de Morais/Conj. Vera Cruz – contenção de erosão
  10. Córrego Caveirinha – Rua VF- 88 – Finsocial – contenção de erosão e enrocamento
  11. Rio Meia Ponte – Rua M-10/Vila Roriz – contenção de erosão e recuperação da rede de águas pluviais
  12. Córrego Caveirinha – Rua CM-07/Setor Sevene – contenção de erosão e rede de águas pluviais
  13. Córrego Caveirinha – Rua Maria de Melo/Jardim Gramado – contenção de erosão
  14. Ponte sobre Avenida Cunha Gago/João Vaz – contenção de erosão e enrocamento
  15. Ponte Avenida Santa Maria/Bairro Goiá – contenção de erosão com enrocamento
  16. Córrego Água Branca – Avenida Pirâmides/Jardim Califórnia – recuperação e encabeçamento da ponte
  17. Córrego Caveirinha – Avenida C/Recreio Panorama – construção de nova ponte
  18. Córrego Taquaral – Avenida Padre Monte/Bairro Goiá com João Braz – construção de nova ponte

 

Anúncio