Cidade na Áustria revogará título honorário concedido a Hitler há 87 anos

A cidade de Wolfsberg, na Áustria, decidiu retirar o título de cidadão honorário concedido ao ditador alemão Adolf Hitler há 87 anos por considerá-lo “indigno” de tal homenagem.

“Sabia, naturalmente, que Hitler tinha recebido o título de cidadão honorário. (…) O que eu não sabia é que isso nunca tinha sido revogado”, explicou o prefeito de Wolfsberg, Hans-Peter Schlagholz, em entrevista ao jornal “Unterkärntner Nachrichten”.

O distrito de Reisberg, integrado recentemente a Wolfsberg, foi pioneira em homenagear o chefe do Partido Nazista.

O título foi concedido a Hitler em junho de 1932, sete meses antes de ele ser nomeado como chanceler da Alemanha. A Áustria seria anexada seis anos mais tarde.

“Dávamos como certo que a homenagem tinha sido anulada com a morte de Hitler”, explicou Schlagholz, prefeito da cidade de 25 mil habitantes que fica a 250 quilômetros de Viena.

No entanto, funcionários do governo local descobriram que o título nunca foi anulado ou retirado formalmente. Isso ocorrerá na sexta-feira, quando os vereadores da cidade votarão a questão.

A expectativa é que a homenagem a Hitler seja retirada por unanimidade. Uma lei local permite a revogação caso o condecorado seja considerado “indigno” de manter o título.

Fonte: EFE

Anúncio