Fotojornalista destaque na Academia Russa de Artes expõe em Goiânia e Brasília

A FOTOJORNALISTA CAROLINA TULIM - Divulgação

Carolina Tulim apresenta fotografias feitas na Ásia Central no Lowbrow e no CCBB Brasília

Após ser selecionada pela Academia Russa de Artes – a mais antiga e importante escola superior do segmento no país eslavo, sediada em Moscou – a jovem fotojornalista Carolina Tulim, em viagem ao Brasil, promove exposições completas que retratam as suas andanças pela Ásia Central em eventos em Brasília e Goiânia.

Na capital goiana, o evento será realizado na próxima quarta-feira (27), a partir das 19h, na Lowbrow Lab Arte & Boteco. “É com um orgulho equivalente à distância das estrelas até nosso pequenino planeta azul (ida e volta, óbvio), que anuncio que trago ao meu querido Brasil esta bela exposição fotográfica. O projeto foi concebido durante minhas andanças por Uzbequistão, Quirguistão e Cazaquistão – em agosto deste ano – experiência que certamente mudou a minha vida”, explica Carolina.

A noite contará, ainda, com apresentação de jazz, parte do projeto do Lowbrow Lab Arte & Boteco, o Grand Jam. A entrada custa R$ 5 até às 20h. Em Brasília, a exposição – batizada de “Nas trilhas da Rota da Seda; um olhar brasileiro sobre a Ásia Central” – acontece sábado (23), a partir das 16h, no CCBB Brasília, no Restaurante Carpe Diem.

Quem é Carolina Tulim

Catarinense nascida em 1988, a jovem cursou Comunicação Social na PUC-GO, em Goiânia, e trabalhou em diversos veículos de imprensa, como o Diário da Manhã e o Jornal de Brasília. Também atuou na assessoria de imprensa no Congresso Nacional.

Sua paixão por fotografia começou ainda muito jovem, enquanto manuseava despretensiosamente a antiga Pentax de seu pai, que na juventude também havia sido fotógrafo.

“Ver o mundo me aguçou os sentidos”

Casada com o diplomata Bruno Quadros e Quadros, a fotojornalista já viajou para mais de 40 países e pôde, nesse processo, aguçar seus sentidos e conectar-se a diferentes povos e culturas, em alguns dos lugares mais inóspitos do planeta. “Uma matéria prima e tanto para belas imagens!”, brinca ela.

Na exposição da qual fez parte recentemente em Moscou, participaram representantes de nove países, incluindo artistas do Brasil, Itália, Vietnã, Malta, Iêmen, Guatemala, Tajiquistão, Brunei e Paraguai. E dentre tantos talentos, a única a retratar um lugar tão peculiar como a Ásia Central foi ela.

“Os povo com raízes nômades do Quirguistão, a belíssima arquitetura islâmica do Uzbequistão e toda a riqueza imaterial destes povos que visitamos são de uma importância imensurável. Se eu conseguir ter capturado ao menos um alfinete de tanta singularidade, já me dou por satisfeita”, finaliza a fotojornalista.

SERVIÇO:
Exposição fotográfica “Nas trilhas da Rota da Seda; um olhar brasileiro sobre a Ásia Central”, da fotojornalista Carolina Tulim

Data:  27/11 – quarta-feira

Horário: a partir das 19h

Local: Lowbrow Lab Arte & Boteco – Rua 115, Qd F43A, Lt 214, nº 1684, Setor Sul – Goiânia-GO