Projeto Mobilidade Artística oferece oficinas, aulas e cursos de artes para pessoas com deficiência

Anúncio

Iniciativa da produtora cultural Sabatino Bros, o projeto está com inscrições abertas e atende as regiões leste e oeste da capital – os encontros acontecem entre abril e julho de 2019

Idealizado pela produtora Sabatino Bros, o projeto Mobilidade Artística está com vagas abertas para pessoas com deficiências cognitivas ou físicas participarem de oficinas, workshops e aulas gratuitas de artes. As inscrições para as aulas que serão realizadas no CEU Aricanduva estão abertas até dia 7 de abril, já para quem quiser participar das atividades da Escola Municipal de Ensino Fundamental Desembargador Amorim Lima, em Butantã, as inscrições seguem até 26 de abril. Para participar do processo seletivo, basta preencher o formulário online (disponível em goo.gl/forms/5t7innpgOtKALKuJ3) e enviá-lo junto com um vídeo em formato selfie com aproximadamente 30 segundos em que o candidato se apresente à equipe e conte o motivo de querer participar do projeto.

Os membros selecionados participarão de aulas de artes supervisionadas por terapeutas e arte-educadores. Para Martin Sabatino Caldeyro, da Sabatino Bros, o intuito do projeto é valorizar artistas com deficiência, provocando-os e os estimulando a participar de um processo criativo que desperte o potencial de cada integrante. “As aulas vão trabalhar consciência corporal e a potencialização da criatividade dos alunos”, conta. Na prática, as aulas serão originadas de acordo com as necessidades avaliadas pelos profissionais em contato com as turmas selecionadas.

“Já vimos que professores, tutores e terapeutas, estão utilizando o projeto como incentivador e construindo processos com seus orientandos para levantar material para se inscrever, é lindo de ver. É uma reação em cadeia que o projeto ajuda a catalisar”, conta Martin. A Sabatino Bros também destaca a valorização da diversidade por meio da ampliação da consciência corporal, o desenvolvimento de habilidades físicas e de capacidades de expressão artística das pessoas com deficiência, proporcionando aos alunos um espaço possível para que se fomente esse tipo de atividade.

Essa será a primeira edição do projeto, que deve ser desfechado em julho com uma mostra de processos, reunindo materiais artísticos desenvolvidos pelos alunos ao longo do percurso. “O Mobilidade Artística tem uma história para escrever, queremos apoiar pessoas com deficiência que possuem habilidades artísticas e querem desenvolvê-las. Esse público precisa ser ouvido, tem coisas para contar – este é apenas um canal para que possam expressar do modo que melhor lhes convier, a sua história”, conclui Martin.

No CEU Aricanduva, as atividades irão se iniciar no dia 14 de abril, com aulas aos domingos, das 9h às 14h. Na Escola Municipal de Ensino Fundamental Desembargador Amorim Lima, os encontros começam dia 4 de maio e prosseguirão aos sábados, das 15h às 19h.

Serviço

Projeto Mobilidade Artística – Sabatino Bros

Formulário para inscrição disponível no site goo.gl/forms/5t7innpgOtKALKuJ3

Local dos encontros:

CEU Aricanduva (Av. Olga Fadel Abarca, s/n – Jardim Santa Terezinha)

Inscrições abertas até dia 7 de abril de 2019.

Aulas de 14 de abril a 14 de julho. Domingos, das 9h às 13h.

Escola Municipal de Ensino Fundamental Desembargador Amorim Lima (R. Prof. Vicente Peixoto, 50 – Vila Gomes)

Inscrições abertas até dia 26 de abril de 2019.

Aulas de 4 de maio até 13 de julho. Sábados, das 15h às 19h.

Mais informações:

https://www.irmaossabatino.com.br/mobilidadeartistica

Anúncio