Neurótica

Anúncio
Katia Saules
Katia Saules  – Atriz, formada em Artes Cênicas, escritora, critica de artes e colaboradora do site Na Pauta Online – RJ,
Esta coluna vai ao ar todas as quartas-feiras.

Uma comédia hilariante, com o perdão da redundância. Flavia Reis é uma das melhores atrizes de comédia da atualidade. Verborrágica, dinâmica, com um poder de fazer rir e de entreter que acredito que nem ela mesma saiba que possui.

Um monólogo, que por si só já é desafiador, uma peça com humor, e que surpreende pela velocidade, pela forma como é apresentada. Com um ritmo absurdamente maravilhoso, a atriz nos faz cansar, mesmo confortavelmente sentados em nossas poltronas, nos faz rir de doer as bochechas e ainda nos faz refletir, ou seja, tudo em um “combo”.

São várias personagens femininas, que geram total empatia com o público, de modo geral, por tratar de situações comuns a todos nós, que naturalmente nos identificamos com cada cena…não só nas de extrema histeria, mas também nas que levam à total reflexão, de homens e mulheres, que já se viram em alguns dos casos mostrados.

Refletir e ver que o mundo precisa de mais calma, para lidar com os problemas, desavenças…e todo o desespero individual só leva ao caos universal. Um convite ao entendimento, ao discernimento, ao otimismo… Ver as situações de outro angulo, por outro prisma, faz com que saibamos lidar com tudo que nos ocorre diariamente e parece nos atropelar nesta vida corrida que temos.

O estresse generalizado nos assola, toma conta de nossos momentos, e se permitirmos, nos leva até a saúde.

Flavia cumpre seu papel ali, de mostrar para as mulheres, para onde estamos caminhando se não pararmos um pouco… E também para os homens, que provavelmente se sentem incomodados em ver o rumo que as coisas estão tomando se as mulheres perdem de fato o controle…

Um cenário funcional de Mina Quental, com excelente videografismo da dupla Rico e Renato Vilarouca.  Um espetáculo muito bem escrito pela própria atriz, em parceria com Henrique Tavares, tendo a inteligente direção de Marcio Trigo, a peça é uma sessão de análise com direito a fartas risadas e oportunas reflexões. Uma peça para as mulheres, para os homens… para todos!

Anúncio