Brexit: sem acordo, o Reino Unido iniciará crise mais pesada que a de 2008

Anúncio

O Banco de Inglaterra publicou na manha desta quarta-feira um relatório que aborta completamente os cenários de saida do Reino Unido sem acordo para o Brexit.

Dizendo que a saída desordenada da União Europeia (sem cumprir o plano de Theresa May) poderá vir a causar danos económicos muito superiores aos da crise de 2008, o relatório aparece como a última tábua de salvação da primeira ministra para não ver o seu plano para o Brexit ser recusado na votacao do Parlamento no próximo dia 11 de dezembro.

Segundo o relatorio, uma saída do Reino Unido da Comunidade Europeia fora dos termos do ultimo acordo negociado com Bruxelas, o PIB do Reino Unido poderia sofrer uma redução de 8%, assim como os preços da habitação poderiam cair até 30% e a inflação disparar para 6,5%.

Isto sabendo que, no auge da crise economica de 2008, a economia britânica caiu 6,5%.

O alerta vermelho é pertinente a todo o relatório, fora uma parte em que o Banco de Inglaterra tenta reduzir a gravidade dizendo que ao longos dos últimos anos o país foi preparado para eventuais cenários de catástrofe financeira, pelo que as instituições não iriam desmoronar.

Nao seria melhor fazer um novo referendo e descobrir se o povo quer mesmo este divorcio com o resto da Europa?

Anúncio