Os 12 meninos e o treinador foram resgatados da gruta na Tailândia

Após 17 dias presos na gruta e sob ameaça de inundação, o grupo de 12 crianças e o treinador foram resgatados e estão sob cuidados hospitalares. A informação foi confirmada pela Marinha tailandesa.

Os 12 rapazes e o seu treinador já foram todos resgatados da gruta onde estiveram presos durante 18 dias.

Desapareceram em 23 de junho, mas a sua localização só foi detetada 9 dias depois.

Nesta terça-feira, terceiro dia da operação de resgate, as últimas três crianças e o treinador de 25 anos saíram sãos e salvos da gruta.

Os rapazes resgatados foram levados de helicóptero para o hospital. Todos terão de ficar de quarentena até que sejam removidas as possibilidades de doenças contagiosas.

Entre as quatro primeiras crianças a serem salvas, foram detetados dois casos de pneumonia. Muitas delas apresentavam baixas temperaturas corporais.

Depois de uma noite de chuva intensa — que não prejudicou o resgate — a operação começou uma hora mais cedo do que no dia anterior.

Seis horas depois, cumprindo a cronologia dos dois dias anteriores, a primeira criança foi retirada da gruta.

Os jovens foram todos transportados para o hospital mais próximo na cidade de Chiang Rai, mas apenas depois de terem sido examinados pela equipa médica presente no local da extração. Ali deverão permanecer, no mínimo, por sete dias.

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.