SEJA!

Seja! Encontre um sentido de viver e transforme-o em seu objetivo.

Um sentido de viver, onde se sinta verdadeiramente útil, não só a si mesmo, mas ao Todo. Pois quando pensamos apenas em nós mesmos, não estamos fluindo em nossa verdadeira natureza.

A Natureza do Todo. Ao qual pertencemos.

Não importa como se sinta útil. Nos simples afazeres de seu lar para seus familiares, a alguma comunidade, ao seu vizinho, amigo, à um desconhecido, à sua igreja, aos animais, as florestas, não importa, desde que se sinta útil. Amorosamente útil.

Não dê atenção aos seus medos de que o que quer que descubra querer ser, não vai lhe dar o devido sustento. Ao se entregar, ao confiar na Vida, Ela lhe providenciará tudo o que precisa, para que você realize tudo o que pretende.

Ao invés de trabalhar movido pelos seus medos, os mesmos que tem lhe empurrado a todo tipo de sorte, que nunca lhe satisfazem plenamente, deixando-o sempre com uma sensação de que algo continua lhe faltando. Na maioria das vezes lhe causando uma certa indignação, muito stress e até sentimento de depressão inexplicável, trabalhe movido pela confiança na Vida, que tudo provê, desde o Princípio.

Olhai as aves do céu elas não semeiam nem guardam em celeiros porém meu Pai que está no céu jamais deixa de alimentá-las , olhai os lírios do campo eles não tecem nem fiam porém nem Salomão com toda sua glória conseguiu vestir-se como qualquer um deles.” (Jesus no Cristo).

Ao fazê-lo, encontrará todo o potencial divino que sempre esteve dentro de você. Ao encontrá-lo, aceitá-lo e dedicar-se a ele, com confiança, amor e prazer, a Vida fluirá por você, com toda a Sua natureza de Paz, Alegria, Felicidade, Amor e Abundância.

Fluirá por você, para você, para o mundo, para o Universo e por fim, de volta a própria Vida. Pois Vida é movimento, o moto-contínuo de criação e re-criação, de ação e transformação. Do Ser sempre novo. Um eterno experimento. A eterna exploração da Vida, em Si mesma.

Em toda a sua infinita capacidade de se expressar, de se recriar, em seus infinitos aspectos. Você é um de seus aspectos, com todo o potencial próprio Dela. Você pode até ter se esquecido disso, mas Ela nunca esquece de você.

Ame-a e espere Dela sempre o melhor, porque Ela sempre acredita no melhor que há em você, e mais, Ela sempre lhe quer o melhor. E por melhor que nos desejemos nessa vida, nunca será melhor do que o que Ela nos deseja. Vale crer, pois só quem crê, prova.

Crer é Criar. Tudo aquilo a qual dou fé, ou verdade, dou realidade. É como “criamos” as nossas experiências.
É disso que vem o ensinamento que diz, que Deus nos criou à Sua Imagem e Semelhança, com o poder de co-criar com a Sua Criação.
Diferente do deus criado pelos homens e suas religiões onde o projetamos à nossa imagem e semelhança, um deus frágil, ciumento, vingativo, julgador e punitivo, a quem devemos temer. Percebe a diferença?

Crer e confiar na Vida é se manter alinhado e alimentado pela Sua Fonte das Infinitas Possibilidades. Aquele que crê, nada tem a temer, nem nada falta. Encontra a Sua completude. A Sua Lei da infinita Abundância sempre disponível, apenas esperando que nós escolhamos por Ela.

Se suas escolhas não lhe trouxeram alegrias, felicidade nem completude, é só porque não escolheu com Amor. Nem com Amor nem com Confiança na Vida, que é a sua própria essência. Sua única e verdadeira essência.
Qualquer outra coisa, que não seja feita ou sentida com Amor, é pura ilusão, é percepção equivocada, é daí que nascem as ações e reações desequilibradas, amedrontadas, a causa da maioria de todos os infortúnios humanos.

Só temos duas opções em relação a tudo. Ou escolhemos no Amor, ou escolhemos no Medo.
E onde um está o outro não está. Pois os dois não podem co-existir. Então responda-se, onde está fazendo as suas escolhas de vida. Pois é nessa escolha, que está criando todas as suas experiências.

E por pior que sejam esses infortúnios, ainda assim temos “medo de confiar na Vida, ou em Deus”, não conseguimos abrir mão de nosso controle sob as situações. Controle dos nossos egos assustados com a própria incompetência e ou limitações, jogando sempre para “os outros” ou para o mundo a responsabilidade por seus “insucessos ou infortúnios”.

Como confiar no “impalpável Deus”, na impalpável Vida”? Isso não combina com o que aprendemos como “realidade”.
Eu confio em mim, em meu corpo, na cadeira onde ele está sentado, no computador a minha frente, porque são palpáveis, posso percebê-los pelos meus cinco sentidos, mas, em Deus, nas Forças da Vida? Como posso entregar minha vida, meu controle à algo tão impalpável, tão abstrato. Não os vejo, nem cheiro, nem ouço, ou provo e toco… como confiar, entregar minha vida ao que não posso perceber?

Em parte até posso dizer que creio que existe uma Força Maior por trás de tudo o que existe, meu próprio ser, minha família, meu mundo e esse universo onde ele se encontra, até creio que alguém ou algo criou tudo isso, mas não passa de uma crença meramente intelectual. Não é sentida, vivenciada, experimentada no nosso mais íntimo. Não é percebida ou sentida em nossas profundezas. É uma crença muito superficial.

E realmente, dessa forma, é muito difícil crer e sobretudo, nos entregar a essa Realidade Divina ou Cósmica, como queira chamar, sem forma física, apenas energia pura, que só pode ser percebida através de um ato de pura e inabalável Fé.

Mas a Vida é Amorosa e paciente. Ela é Eterna e está sempre nos dando a possibilidade de escolher de novo. E para Ela, não importa quantas vezes achamos que erramos, mas quantas vezes tentamos acertar.
Então, tente de novo, e de novo, sem nunca perder a Fé, pois Ela nunca perdeu a Fé em você.

Se acorde, desperte!

Existe um potencial divino, infinitamente vivo no seu mais íntimo,
que não só nunca o abandonou, como continua esperando que
você o encontre. Você é a Vontade de Deus manifestada.
A Sua Vida manifestada.

É esse potencial que lhe permite simplesmente ser.

Simplesmente existir.
Você existe, você É. Como é a Vida!

Então Seja! Renasça de si mesmo. Como a Fênix.

Seja você mesmo, e não o que acha ou pensou que o mundo quer ou espera que você seja.
Seja intensamente as suas melhores qualidades e suas piores limitações. Sem medo, confiante.
Sua fórmula de Ser É Única! E necessária ao Universo.
Exatamente como você é. Sem truques ou máscaras.

Seja a plena aceitação de si mesmo. Seja o amor por si mesmo. Relembre-se do Amor de que foi feito. Porque a Vida é Amor em eterna expansão. Você É a Vida.
A Vida é Amor. E você o Seu Amor estendido.

E só você, pode se dar isso.
Mais nada, e nem ninguém.
Você é o seu único senhor e guia.

Então… Seja!

E Seja Feliz!… De Verdade!