Câmara autoriza Paço a contrair empréstimo de R$ 50 milhões junto ao BB

Em segunda e última votação, o plenário da Câmara autorizou no último dia (21) o prefeito Iris Rezende, MDB, contrair empréstimo no valor de R$ 50 milhões junto ao Banco do Brasil. O autógrafo de lei será agora encaminhado ao Paço para a sanção ou veto. Com a aprovação da matéria, após publicação no Diário Oficial do Município (DOM), a Prefeitura poderá abrir as negociações com o BB para a contratação do empréstimo.

Por sinal, o projeto chegou à Câmara no mês passado e levou menos de um mês para ser apreciado e aprovado pelos vereadores, no  plenário e nas comissões técnicas da Casa. Na justificativa, o prefeito garante que os recursos serão utilizados para a compra de maquinário e caminhões para a Companhia Municipal de Urbanização (Comurg).

O relator do projeto na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Wellington Peixoto, MDB, que é da base de apoio do Paço, disse que os recursos só poderão ser utilizados para a compra de caminhões, maquinários, coletores de lixo e serras elétricas, com a finalidade de renovar a frota da Comurg. Igualmente, a Companhia terá melhores condições para realizar o serviço de limpeza e coleta de lixo da capital”.

Mas a vereadora Cristina Lopes, PSDB, criticou o pedido de empréstimo, lembrando que “está faltando recursos para a compra de merendas e medicamentos. Agora, fazer empréstimo para comprar máquinas?”, indagou. Izidio Alves, PR, lembrou, porém, que é mais caro alugar máquinas do que comprar uma frota nova. A Prefeitura, então, terá melhores condições técnicas para realizar esse serviço, sem contar que os recursos só poderão ser aplicado na Comurg, ou seja, em nenhuma outra obra”.

*Com informações de Antonio Ribeiro dos Santos – Portal da Câmara Municipal de Goiânia

Anúncio