Estou com Acne e agora?

Anúncio
Luana Amorim
Luana Amorim – Empresária e Colaboradora do site Na Pauta Online.

Pense na palavra acne.

Se,de imediato, você imagina uma adolescente, esqueça.

Especialistas em dermatologia afirmam que entre 75 e 85% das mulheres acima de 25 anos tem inflamações na pele desde a adolescência.

De 20 a 40% reportam algo mais raro,que é o desenvolvimento da acne a partir da fase adulta.

No Brasil,a sociedade brasileira de dermatologia (SBD) afirma que a acne é um dos principais motivos pelos quais mulheres feitas procuram um dermatologista.

Entre os especialistas,a sensação é que houve um crescimento no número de casos,devido a fatores externos que agravam a doença além da clássica e natural variação hormonal decorrente dos ciclos menstruais.

Viver em grandes cidades,com alta poluição é um complicador,onde os radicais livres presentes acabam entrando na pele e deixando-a mais  irritada e assim piorando a acne.

O estresse também pode desencadear o aparecimento de espinhas explosivas,que manifestam devido a elevação dos níveis de cortisol.

Estudos sugerem que o excesso de insulina em alimentos com alto índice glicêmico como responsável pelo surgimento de novas espinhas.

Há avanços bem significativos na medicina quando a pauta é o tratamento.

Um grupo de cientistas da universidade da Califórnia está desenvolvendo uma vacina para erradicar a acne.

Até a sua criação, dermatologistas apostam num tratamento combinado com ativos de uso tópico, dermo cosméticos, sabonetes antibióticos e novos aparelhos.

Para quem não abre mão da maquiagem e cremes,eles devem ser em forma de gel ou oil Free.

Como vimos, acne de fase adulta tem tratamento.

Procure um especialista e volte a ter a pele lisinha como você sempre teve.

Fonte: Revista Elle/Isabella de Almeida Prado

Anúncio

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here